Deixados Para Trás 01

Edição: 1
Editora: United Press
ISBN: 8524300469
Ano: 1998
Páginas: 416
Classificação:


Sinopse
O pensamento de Rayford Steele estava numa mulher que ele nunca havia tocado. Com seu 747 totalmente lotado, ligado no piloto automático e voando sobre o Atlântico em direção ao aeroporto de Heathrow, em Londres, Rayford deixou por alguns momentos de pensar em sua falmília.
Naquele momento, ele acariciava a lembrança do sorriso de Hattie Durhan, a chefe do serviço de bordo, e sonhava com o encontro que tinham marcado. Ao deixar a cabine por alguns momentos, Rayford teve seus pensamentos interrompidos. Hattie apareceu e disse-lhe:
“Alguns passageiros sumiram”
Neste volume, milhares de pessoas desaparecem misteriosamente. A resposta surge no decorrer da narrativa, quando descobrem que o juízo final está chegando e só os puros de coração subiriam aos céus. Para o resto da humanidade, restaram pragas diversas, terremotos e um convívio com o anticristo.


 ____________________________________


Há uns meses eu estava interagindo com alguns blogs filiados da UBE (União de Blogueiros Evangélicos) e encontrei o Blog “Fechei com Ele”.
O post da vez era “’Finalmente Ele veio” - Referente aos livros da coleção "Deixados para Trás". Eu já havia assitido ao filme na época de adolescência, e pelo que recordava,  não tinha gostado muito, pensando bem agora sei o porquê, na verdade, talvez não tenha prestado a devida atenção... uns 15 amigos, na casa dos conselheiros, fazendo a maior bagunça... dá pra imaginar né!
Em fim, quando li o post, deu uma vontade de ler o livro, mesmo lembrando que “não havia gostado” do filme.
Peguei os filmes novamente, e me interessei mais pela segunda vez que os  assisti. Sozinha em casa dá pra prestar atenção né hehe
Assim, coloquei os livros na minha lista de leitura. Então mês passado, não pude deixar de aproveitar a promoção do Submarino, e comprei a coleção completa.
Reservei-a para ler nas férias, que apesar de ainda não estar – aff, ninguém merece – já comecei a leitura.
Este é o primeiro dos treze livros da série “Deixados para Trás”. Confesso que fiquei super empolgada com essa leitura muito diferente da primeira impressão do filme, que além de ser muito envolvente, trata do assunto “O Arrebatamento”  de uma forma bíblica e bem realista.
Muitas pessoas somem da face da terra, deixando tudo para trás. Roupas, acessórios, carros desgovernados, em fim.  Mas nem todos sumiram.  Os que ficaram tentam buscar uma razão que explicasse a causa dos sumiços. ETs? Fatores Químicos? Ou seria na realidade o arrebatamento profetizado ha centenas de anos na Bíblia?
Dentre tantos, a narrativa destaca a história de quatro personagens principais, Rayford, Buck Willians, Chloe Steele e Bruce Barnes.
Não pude deixar de me envolver na história de Rayford, um personagem que certamente muitos homens contemporâneos poderiam se identificar com ele. Apesar de “fiel” em atos, era infiel em “pensamentos”  o que me fez lembrar as palavras de Cristo do Sermão do Monte.  Como diz na sinopse, ele desejava uma mulher que não era sua esposa.
Outro protagonista do livro é Buck Willians, um jornalista renomado que se empenha em descobrir o mistério por trás dos desaparecimentos.
A personagem com que mais me identifiquei foi Chloe Steele, primogênita de Rayford Steele, que também fora deixada para trás.  Ela é uma jovem decidida, de personalidade forte, opinião própria baseada em sua razão e discernimento.
Ela não é levada por emoções, mas sabe mudar de opinião quando certifica-se de que as suas estão em desacordo com a realidade.  
Por fim, o personagem que mais me emocionou no livro, foi o auxiliar de pastor Bruce Barnes. Ele fora criado na igreja, fazia parte dos ministérios, tinha um casamento pautado nas verdades morais da Bíblia, no entanto foi deixado para trás. Como entender isso? Simples, pela própria Bíblia chegamos a essa conclusão: A salvação (no dia do arrebatamento) não vem por meio de obras, mas pela graça de Deus, através da fé em Cristo.
Bruce praticava a religião como ritualística, mas os pontos mais importantes para firmar sua fé ele deixava de lado.  Para entender mais  sobre com Bruce Barnes, só lendo  a história que por sinal falei  até mais do que devia.
O livro é todo empolgante, emoções do início ao fim.
Além da bela narrativa, ele traz ao leitor (principalmente aos cristãos) uma reflexão sobre seu modo de tratar sua “religiosidade”, ou melhor, sua fé em Cristo.
Quanto aos próximos livros, as expectativas são grandes.
Em breve mais resenhas dessa série por aqui.
Até a próxima!
 ____________________________________


Esta é uma resenha que faz parte do meu "Desafio de Férias" correspondente ao mês de Dezembro.

3 comentários:

Cíntia Mara disse...
14 de dezembro de 2010 23:10

Adoro essa série. Já li todos os livros e também os três prequels. Muito bons! Queria reler, mas já tenho tantas leituras inéditas na fila.

Chloe é minha favorita do início ao fim da série. Mas depois aparecem outros personagens bem legais também.
E aquela cena no final - sabe aquela que só o Buck percebe o que está acontecendo? - me deixou arrepiada.
Você ainda terá muitas emoções pela frente. Nem posso comentar, hehe.

Beijos

Ana Carolina Nonato disse...
20 de dezembro de 2010 20:43

Olá!

Uau, que leitura interessante! Pode parecer um pouco doido, mas eu nunca tinha entrado em contato com esse tipo de literatura. Um bom motivo para ler e depois voltar para compartilhar a experiência.
Seu blog é o máximo!

Abraços,
Ana Nonato.
http://odesafiodecadadia.blogspot.com

Garoto Identidade disse...
8 de janeiro de 2011 17:25

blog muito interessante. parabéns pelo post.

Back to Home Back to Top Livros da Pris. Theme ligneous by pure-essence.net. Bloggerized by Chica Blogger.